Painel do cliente
  • No painel do cliente você pode acompanhar suas propostas, projetos e andamento da fabricação de sua caldeira, se ainda não tem uma proposta, solicite no formulário abaixo, um login e senha será enviado para o seu e-mail para realizar o acesso em nosso painel.
  • engenharia@rcwell.com.br
  • (11) 99856-0646

Solicite uma proposta

Caldeira Áquatubular

Caldeira Aquatubular

Projetos que trazem tecnologia e know how de Técnicos e Engenheiros com mais de 30 anos de experiencia.

Caldeiras aquatubulares à Cavaco são projetos de equipamentos com foco em grandes capacidades de geração de energia térmica para processos industriais e agro industriais. As caldeiras aquatubulares trazem tecnologia inovadora e um compromisso incomensurável com a qualidade e eficiência do seu processo.  Desenvolvidas para atender á demanda e personalização de projetos podem ser concebidas para combustão em fornalhas ou grelhado móvel podendo ainda serem totalmente automatizadas.

Os projetos onde se aplicam as caldeitas aquatubulares são diversos e em quase todos os casos une-se a cogeração de energia com o propósito de autossuficiência energética do processo. Nossos projetos oferecem implantação de plantas industriais com cogeração de energia na modalidade de “turn key” no Brasil e Mercosul.

Vapor em altas pressões

A Caldeira Aquatubular  à cavaco ou caldeira à bagaço de cana de cana é concebida com o que há de mais moderno em projeto de eficiência térmica. Foi projetada para gerar vapor em pressões até 67 bar(g), podendo ser utilizadas em turbo gerador para geração e cogeração de energia elétrica.

Todo o conjunto de pressão da caldeira aquatubular à cavaco ou bagaço de cana recebe tratamento térmico de alívio das tensões geradas no processo de soldagem, de acordo com norma vigente, resultando em longa vida útil do corpo. A caldeira Aquatubular à cavaco tem capacidade para geração de vapor de até 198 ton/h de vapor.

Projetada para queima contínua através de grelhas móveis, este equipamento se aplica a combustíveis sólidos, homogêneos com granulometria variada, como cavaco de madeira, maravalha e bagaço de cana.

Produção de  vapor saturado para utilização em processos industriais;

Produção de vapor superaquecido para a geração de energia;

Plantas de cogeração de energia;

Usinas de açúcar e álcool.

Projetada para a queima de combustíveis com alto teor de umidade;

Possível queima de diversos combustíveis picados;

Instalado em nível de piso zero, evitando onerosa base civil;

Projeto compacto;

Maior taxa de produção de vapor, temperaturas e pressões altas, partida relativamente rápida, limpeza dos tubos mais simples, vida útil podendo chegar a 30 anos;

Alta eficiência e estabilidade na geração de vapor superaquecido com altas pressões e temperaturas;

Tambor de vapor está fora dos fluxos de gases, os superaquecedores estão localizados na fornalha, mas fora da zona de combustão. O fluxo de gases é reto e descendente, garantindo uma melhor distribuição de calor para a troca térmica, sendo totalmente convectivos, além de serem drenáveis, onde caso houver algum tipo de incrustação, os mesmos permitem executar a lavagem química ou ácida;

Aceitação de combustíveis com alto grau de umidade e variações de granulometria;

Instalação ao nível do piso evitando onerosas bases civis, facilitando a manutenção e operação.

Revestimento da fornalha

A fornalha das Caldeiras aquatubulares são revestidas internamente com tijolos refratários alumína e isolante térmico de lã de rocha, e tem por finalidade manter a temperatura mais elevada da fornalha possibilitando a queima de material com maiores índices de umidade auxiliando a queima de material seco.

Emissão de poluentes da Caldeira aquatubular à Biomassa

As caldeiras contam com um sistema eficiente de filtragem de gases, projetados para atender os padrões da resolução CONAMA que estabelece os limites máximos de emissão de poluentes, proporcionando excelentes níveis de CO, CO2 e NOx.

Controle de automação operacional da caldeira aquatubular à Biomassa

A automação tem por objetivo minimizar o consumo, pois a caldeira trabalhará sempre em regime constante evitando oscilações bruscas de pressão e desperdício de combustível para as retomadas. O sistema com inversores de frequência é aplicado, função da possível variação de carga da caldeira sempre presente na maioria dos processos, o que isso quer dizer. Bem, com inversores de frequência conseguimos baixar a carga dos motores, usando somente a potência necessária para a cada necessidade de consumo, se a caldeira está com baixo consumo, os motores trabalham com baixa carga e com isso maximizamos os ganhos em consumo de energia elétrica, que hoje está se transformando nos grandes problemas das empresas.

Fale conosco
(11) 4137-0153